Reprocessamento Mental - E-book Vida

Entendendo a Vida

 

 

Segundo a Física Quântica, a vida é uma ilusão.


Mas ela não nos parece tão ilusória assim, afinal experienciamos muitas sensações tanto boas quanto ruins e isso não nos parece ilusão nenhuma. Pelo contrário, nos parece bem real.

Ainda que a vida seja uma realidade que criamos mentalmente, essa mente criadora deve vir antes da minha existência física para que esta possa se manifestar.


Além disso, existe um mundo à nossa volta, este planeta, os lugares, outras pessoas, animais, construções, oceanos, a natureza e tudo mais que percebemos e com os quais
interagimos o tempo todo.


Eu não imagino tudo isso - isso existe.


Eu não imaginei meus pais, eles existiram. Me criaram, me produziram biologicamente, me cuidaram, me educaram...


Eu uso roupas. Alguém pensou nelas e as fabricou. Elas estão nas lojas esperando que alguém as veja, goste delas, as compre e use-as.


Pessoas produzem alimentos e todo tipo de outros produtos.


Tudo isso não parece uma ilusão, parece muito real.


Você sabe como a percepção da realidade acontece?


Vou te mostrar. Porque é algo que nunca ninguém entendeu. Além disso, é muito difícil assimilar a ideia. Mas vou te contar.


A Consciência Quântica que Eu Sou vibra uma intenção de existir fisicamente. Isso é uma informação em forma de energia eletromagnética.
 

Essa informação produz campos de energia que vão se formando desde a frequência mais elevada e sutil, até a mais baixa e densa. A essa estrutura energética/informacional foi dado o nome de Alma (do latim "anima", que significa "aquilo que anima). Então, quando a informação chega no nível mais inferior, atrai átomos que se aglomeram numa determinada ordem e constroem o que identificamos como senso nosso corpo físico. Neste ponto ocorre o colapso da informação eletromagnética e passa a existir a partícula atômica perceptível, ou seja, a matéria é formada.


Mas essa partícula atômica para ser perceptível necessita de um observador consciente, Eu. Mas, até este ponto Eu, ainda não sei que Eu sou Eu usando a
consciência física.

Então, acontece a Magia Quântica


A informação atinge a glândula pineal, no centro do meu cérebro. Ao atingir a pineal, esta glândula, produz dentre outros, um hormônio em especial, o dimetiltriptamina ou DMT, já conhecido dos cientistas.


Esse hormônio tem a finalidade de fazer a transmissão, para este corpo, da intenção da minha Consciência Quântica em captar sensações físicas, capazes de produzir a ideia de realidade física.


Essas sensações vão ficando armazenadas nos níveis informacionais da Alma e podem ser interpretadas permanente e ininterruptamente, nos permitindo perceber uma realidade a todo momento.


Quando a dimetiltriptamina e outros hormônios se espalham por todo o sistema nervoso, presente em todo o corpo, ele capta sensações orgânicas, fisiológicas, epidérmicas, táteis, visuais, sonoras e gustativas, de forma neuroquímica, neurológica e
neuroelétrica. Essas sensações são interpretadas pela Consciência Quântica através dos diversos níveis vibratórios da Alma. Assim é feita a leitura sobre o que entendemos como "realidade" em todos os seus aspectos.

 

No entanto, quando nossa Consciência Quântica iniciou esta Aventura, Ela não sabia o que era o que. Tipo, não sabia o que era frio e calor, liso e áspero, bom e ruim, alto e baixo, feio e bonito, prazer e sofrimento, etc., enfim, nada do que sabemos hoje. Nossa Consciência Espírito teve que aprender através das experimentações e entender cada uma dessas características, que para todos nós, hoje é tão banal.
 

Mesmo que esse sistema pareça complexo, não é. Só parece porque é algo novo na compreensão humana. E tudo que é novo é estranho. Foi e continua sendo assim, com todas as novas descobertas. Todos os cientistas e pesquisadores, ao longo da história, passaram e passam por isso.


Imagine os seres das cavernas, como sendo o início dessas descobertas e fica mais fácil entender o que digo. Mas, é óbvio que esta experiência física não começou na Terra, mas em alguma parte deste universo, que no momento ainda não temos como saber.
 

Bem, se você entendeu o que foi exposto até agora, vamos em frente.
 

Para que Eu perceba uma realidade externa qualquer, em primeiro lugar preciso perceber a Mim como sendo uma realidade. Essa realidade externa ou além de Mim Espírito é a minha Alma, um campo informacional eletromagnético capaz de interagir com a matéria física e Me permitir percebê-la.
 

Sem a Alma seria impossível a existência material, pois não haveriam meios de intercomunicação e, portanto, não haveriam meios de fazer todas as interpretações e armazenamento das experiências existenciais.


A Alma é o meio semi-material que liga Eu Espírito, Consciência puramente imaterial, e a condensação da ideia material, este Eu humano.


Portanto, embora os físicos digam que esta realidade é uma ilusão e até que não exista, de fato, sabemos que não é assim que sentimos.
 

O que realmente acontece, é que podemos mudar a nossa realidade, diferentemente, de pensar que a realidade não exista.
 

Ela existe do jeito que ela está, mas, pode ser diferente.
 

Essa é a verdade.


 

Como isso pode ser feito?
 

A maioria da humanidade não gosta das experiências que vive no seu dia-a-dia. Ou, pelo menos, não gosta de parte do que vive.


Isso, embora não seja agradável ouvir, foi cada um de nós quem construiu, do jeito que está presente agora. Mas, não se trata de algo imutável, ou punitivo como as religiões veem ensinando há milhares de anos. Trata-se somente de conhecer como produzimos tudo na nossa vida, desde sempre. Em seguida, teremos condições de mudar o que não gostamos.
 

Mas, para isso, primeiramente, devemos nos conhecer melhor.
 

Se não estamos satisfeitos com a realidade que experimentamos, é porque não sabemos construir a realidade que queremos.
 

Se você entendeu o processo da criação da realidade, então pode entender como a realidade está sujeita ao que compreendemos que ela é.
 

A realidade que cada pessoa cria está diretamente relacionada com os registros mentais que cada um tem no seu inconsciente. E isto não é apenas com relação a esta existência em andamento, ou seja, desde o nascimento, mas está sujeita a toda a história de vida da pessoa, isto é, vem de conceitos, crenças e condicionamento de muitas vidas atrás.


Além disso, também temos que levar em conta as outras personagens já vividas e que também tiveram seus próprios desafios a vencer. E, se você tem problemas nesta vida é sinal claro de que as personagens passadas não resolveram os seus e hoje eles estão nesta existência para você resolver. Afinal, é sempre você vivendo personagens escrevendo sua história. E sua história não são capítulos isolados, mas todos em continuação, como uma novela atual. Cada dia um capítulo, ou, neste caso uma nova existência. Os personagens mudam, mas o ator é sempre o mesmo.


Então, você quer ter uma vida melhor do que esta que está experimentando?


A Religação Quântica Curativa pode te ajudar

 

 

 


 

© 2020 por Instituto Curar Quântico. Todos os direitos reservados

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram